Marketing de Conteúdo para Advogados: saiba como utilizar essa estratégia

marketing de conteúdo

Você sabia que a prática do marketing no setor jurídico era proibida até julho de 2021? Isso se dava porque tal prática era considerada uma infração ao código de ética da instituição. 

No entanto, em julho de 2021, a Ordem dos Advogados instaurou o Provimento N. 205/2021, que permite promover a marca de empresas de advocacia e advogados desde que sejam seguidos os critérios estabelecidos no documento. 
Para ficar mais claro a você como funciona o marketing jurídico, neste artigo lhe mostraremos o que é, quais suas vantagens e cuidados que deve-se ter, além de mostrar como usar o marketing de conteúdo (estratégia de marketing digital) a seu favor.

O que é o marketing Jurídico?

Quando falamos do Marketing Jurídico nos referimos a um conjunto de ações de marketing que podem ser utilizadas por advogados com o objetivo de promover um reconhecimento da marca no mercado jurídico. 

Tendo também a intenção de fidelizar clientes e parceiros, e viabilizar a prospecção de novos clientes na advocacia.

Todo o planejamento e estratégia feita precisa estar dentro das conformidades do Provimento 205/2021, isso porque em hipótese alguma o marketing jurídico pode ferir o Código de Ética e Disciplina da OAB.

Para isso, mostraremos a seguir algumas ações que são extremamente proibidas pela Ordem no marketing. 

Cuidados 

No Código de Ética da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), há três artigos que expressam de forma clara como deve ser feito o marketing de conteúdo. Com isso, os serviços publicitários devem seguir tais pilares: moderação, discrição e informação.

A citação art. 28 no Código de Conduta e Ética da Ordem diz:  “O advogado pode anunciar os seus serviços profissionais, individual ou coletivamente, com discrição e moderação, para finalidade exclusivamente informativa, vedada a divulgação em conjunto com outra atividade”. O parágrafo deixa claro que é vetada qualquer veiculação comercial na área. 

Um pouco mais à frente é dito no art.30 as votações nas publicidades, dizendo da seguinte forma: “O anúncio sob a forma de placas, na sede profissional ou na residência do advogado, deve observar discrição quanto ao conteúdo, forma e dimensões, sem qualquer aspecto mercantilista, vedada a utilização de outdoor ou equivalente”;

Por último, no art. 31 é explicada todas as restrições de anúncios:  “O anúncio não deve conter fotografias, ilustrações, cores, figuras, desenhos, logotipos, marcas ou símbolos incompatíveis com a sobriedade da advocacia, sendo proibido o uso dos símbolos oficiais e dos que sejam utilizados pela Ordem dos Advogados do Brasil”.

Sendo assim, podemos entender que é possível fazer o marketing, desde que seja de forma mais informativa. 

Felizmente, dentro das estratégias de marketing digital, há o marketing de conteúdo que facilita os advogados a exercer o seu conhecimento. Mas lembre-se de ter cuidado com alguns pontos que são vetados pelo código de ética, como: 

  • Usar expressões comuns da atividade comercial;
  • Divulgação de valores de honorários;
  • Consultas gratuitas em sites;
  • Fotografias de prédios dos fóruns e tribunais.

Marketing de conteúdo para Advogados

O marketing de conteúdo é uma estratégia de marketing digital onde são feitas divulgações de conteúdos que ficam disponíveis em diversos canais de comunicação. Essa técnica tem como principal objetivo informar o público. 

Como vimos no tópico anterior, toda a parte de comunicação deve seguir os três principais pilares que são: moderação, discrição e informação. E isso não muda no marketing de conteúdo para os advogados. 

Muito pelo contrário, com um dos pilares sendo a informação, o marketing de conteúdo tem sido destaque no meio jurídico, isso porque a produção de artigos com linguagem facilitada traz mais credibilidade e atrai cada vez mais pessoas interessadas nos serviços.

Outro aspecto importante que tem deixado cada vez mais o marketing de conteúdo em evidência no setor jurídico é que tal estratégia cumpre a importante recomendação de manter o discurso com um tom informativo, desviando de mensagens com características mais comerciais.

Uma coisa é fato, em algum momento da sua vida você precisará de um advogado, e neste setor, principalmente, é preciso contratar os serviços de uma empresa ou pessoa que você tenha confiança que saiba o que está fazendo e que tenha credibilidade no mercado. 

Com isso sendo um pré-requisito, a utilização da estratégia de marketing de conteúdo é uma aliada para a consolidação profissional do advogado ou escritório de advogados.

Com o aumento na credibilidade, há outro fator que beneficia o escritório, que é a conquista de novos clientes. Afinal, o marketing de conteúdo torna bem mais fácil e natural este aumento na receita. 

Conclusão

Apesar de haver muitas restrições, o marketing de conteúdo jurídico tem se destacado no setor e têm se mostrado bastante eficientes. Então não fique de fora e implemente em seu escritório essa estratégia e seja destaque no mercado jurídico. 

Texto originalmente desenvolvido pela equipe Ideal Marketing, plataforma e blog que sua empresa precisa para gerenciar e entender muito mais sobre marketing em um só lugar. 

Posts Recentes

Entre em Contato Conosco

Advogado, precisa profissionalizar o seu escritório? Entre em contato com um especialista!

Inscreva-se para receber as novidades e ficar por dentro de tudo!

Todos os Direitos Reservados © 2024 Sites para Advogados
Criado por | Legal Designs